Disfunção Erétil

A disfunção erétil é a dificuldade do homem em ter ou conseguir manter a ereção peniana por tempo suficiente para permitir a penetração vaginal e a satisfação sexual em pelo menos 50% das tentativas. Pode ter como motivo a existência de problemas psicológicos ou doenças crônicas, que precisam ser tratadas para garantir qualidade de vida sexual ao casal.

Não necessariamente o fato de ter dificuldades de ereção é um sinal de algum tipo de disfunção sexual, mas quando isso começa a ocorrer, frequentemente, é importante procurar um médico urologista para uma avaliação adequada e, se necessário, iniciar o tratamento.

Para haver a impotência, deve ocorrer um desequilíbrio entre os sistemas: nervoso, vascular e hormonal do corpo do paciente. O que acontece é que as artérias penianas relaxam em momento que deveriam estar contraídas e prontas para a penetração por receberem um comando confuso ou em desarranjo. Apesar da situação de excitamento, o pênis relaxa ao invés de se manter teso.

Estima-se que metade da população masculina apresenta disfunção erétil a partir dos 40 anos de idade, mas ela pode ocorrer em qualquer época da vida. 

 

Atitudes que fazem com que a disfunção erétil não ocorra (ou que seja retardada)

  • Praticar atividades físicas regularmente

  • O controle de doenças crônicas como hipertensão e diabetes

  • Evitar o consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas

  • Ter uma alimentação saudável e equilibrada 

 

Causas da impotência sexual

  • Tabagismo

  • Problemas circulatórios

  • Anatômicas ou estruturais

  • Distúrbios hormonais como o diabetes

  • Doenças neurológicas ou psicológicas

  • Consumo de drogas lícitas e ilícitas

 

Sintomas da disfunção sexual

A disfunção sexual não se resume ao fato de o homem não conseguir manter o seu pênis ereto durante o ato sexual. Pode também ocorrer problemas para alcançar o orgasmo ou dificuldades em ter ejaculação no tempo certo. 

São exemplos:

  • Incapacidade de ter e manter a ereção

  • Atrofia ou ausência dos testículos

  • Problemas circulatórios nos membros inferiores

  • Dificuldade em manter a rigidez peniana

  • Pênis com forma que dificulta a ereção e a ejaculação

  • Problemas cardiovasculares, infarto, angina

  • Disfunções do sistema nervoso

 

Diagnóstico

Para solucionar o problema da melhor forma possível, o médico urologista deve ser consultado assim que os sintomas começarem a ocorrer. De posse do diagnóstico, o tratamento deve ser iniciado prontamente. Exames serão feitos para identificar se os problemas são de origem psicológica ou física.

 

Tratamentos para a impotência sexual

É sempre importante conjugar o tratamento psicológico (ou psiquiátrico, se for o caso) com a medicação, uso de exercícios, fisioterapia e técnicas para melhorar a qualidade da ereção e manejo da ansiedade. Os procedimentos cirúrgicos podem ser indicados, mas em geral são feitos a pacientes com disfunção grave e que não responderam a outras medidas.

Lembre-se que qualquer medicamento deve ser utilizado somente através de acompanhamento e prescrição médica, não se automedique.


 

Venha tratar a Disfunção Erétil na Clínica ANDROS

A Clínica de Urologia ANDROS possui os melhores especialistas em tratamentos para disfunção erétil de Brasília. Nossos profissionais são formados nos maiores centros médicos do Brasil e dos Estados Unidos. Estão prontos para atendê-los de forma humanizada e diferenciada. Entre em contato conosco hoje mesmo e agende sua consulta!