blog-post-image

Cirurgia Dos Rins

A cirurgia dos rins é a segunda mais frequente da região do trato urinário, perdendo apenas para cirurgia da bexiga. Existem duas causas que fazem com que seja necessário e recomendado fazer uma cirurgia dos rins: quando o paciente apresenta um caso de cálculo renal ou quando o paciente é diagnosticado com câncer nos rins.

 

Quando o paciente procura um médico urologista pela dificuldade ou dores ao urinar, o especialista irá solicitar inicialmente uma bateria de exames para identificar a possível causa desses sintomas. Caso o resultado sejam as pedras nos rins, o urologista poderá solicitar uma intervenção cirúrgica para remoção das pedras ou então outros tratamentos menos invasivos.

 

No entanto, em muitos casos, os tratamentos não cirúrgicos não surtem o efeito necessário, causando mais desconforto ao paciente. É por esta razão que muitos médicos optam pela cirurgia, sem antes tentar outros métodos não invasivos para remoção de pedras nos rins.

Cirurgia dos Rins: Como é feita a Cirurgia de Pedras nos rins?

 

É indicada quando as pedras possuem tamanho maior que 6mm ou quando os medicamentos para remoção das pedras não surte o efeito desejado pelo médico. A recuperação da cirurgia é rápida e tranquila, sendo de três dias a uma semana, dependendo do tamanho das pedras nos rins. Após esse período, o paciente poderá voltar às suas atividades diárias.

 

Após a cirurgia de pedras nos rins, o paciente deverá sempre beber muita água, para evitar o surgimento de novos cálculos renais.

 

Os tipos de cirurgia para pedras nos rins variam de acordo com a gravidade do caso do paciente, podendo ser a laser, com ondas de choque, ou com vídeo laparoscopia.

 

A cirurgia para pedras nos rins com laser, também chamada como ureterolitotripsia, e é indicada para pedras renais localizada nos rins e no ureter. Para realizá-la, é inserido um tubo na uretra até o rim, em seguida, utiliza-se um laser para quebrar os cálculos renais em pedras menores, que podem ser expelidas durante a micção. A cirurgia para pedras nos rins a laser é realizada com anestesia geral e o paciente deverá ficar internado por pelo menos um dia, para que o médico acompanhe sua recuperação. A cirurgia para pedras nos rins não deixa marcas nem cicatrizes.

 

A cirurgia para pedras nos rins com vídeo, chamada de Nefrolitotripsia Percutânea, é realizada quando o paciente possui pedras maiores que 15mm. A cirurgia dos rins consiste em um corte na região lombar onde será inserida uma agulha no rim. Em seguida, será inserido um aparelho chamado nefroscópio, que remove o cálculo. Por ser uma cirurgia mais invasiva, o paciente receberá anestesia geral e deverá ficar internado por pelo menos 2 dias para acompanhamento da recuperação.

 

Após a cirurgia, o médico fará recomendações importantes para que aconteça uma recuperação completa e bem sucedida. Algumas das recomendações são:

  • Evitar carregar peso;
  • Evitar atividades como correr, abaixar;
  • Tomar bastante água;
  • Cuidar da alimentação;
  • Tratar o corte da cirurgia com medicamentos específicos por pelo menos uma semana.

Cirurgia dos rins: Como é feita a cirurgia de câncer nos rins?

 

O câncer nos rins é uma doença silenciosa que afeta, em sua maioria, pessoas com mais de 65 anos de idade. As causas do câncer nos rins ainda são desconhecidas. O que se observa, no entanto, é o aumento dos casos de câncer dos rins nos dias de hoje. Uma das teorias mais plausíveis é que o aumento das causas de câncer nos rins está relacionado aos maus hábitos do homem moderno, como o sedentarismo, obesidade, falta de atividades físicas e má alimentação. Fala-se também de uma possível relação da quantidade de casos de câncer nos rins com o aumento de uso de exames de imagem com radiação.

 

Os sintomas do câncer nos rins mais comuns são dores nas costas, emagrecimento e sangramento na urina. O câncer nos rins são originados por mutações nas células renais, que fazem elas crescerem e se multiplicarem de forma anormal.

 

A cirurgia dos rins é o único tratamento definitivo para remoção do câncer nos rins. O tipo de cirurgia dependerá muito do estágio do câncer. Em alguns casos mais graves, é necessário fazer a nefrectomia radical, ou seja, retirada do rim, glândulas adrenais e linfonodos.

 

Outro tipo de cirurgia para câncer nos rins muito utilizado é a nefrectomia parcial, quando é realizada a remoção do tumor, mantendo a integridade do rim. A grande vantagem desse tipo de cirurgia é a preservação do órgão e de maior parte do tecido do paciente, além de ser menos agressiva.

 

Ambas as cirurgias podem ser realizadas por métodos pouco invasivos como a laparoscopia ou cirurgia robótica.

Agende sua consulta com um Urologista

 

A Clínica ANDROS é especializada no trato urológico de homens e mulheres. Somos responsáveis pelo tratamento humanizado desde a primeira consulta até o momento a cirurgia dos rins.

 

Possuímos aparelhagem altamente tecnológica e de última geração, garantindo o melhor diagnóstico de diversas patologias do trato urinário.

 

Contamos com médicos urologistas formados pelas melhores universidades do Brasil e dos Estados Unidos. Prontos para atender e tirar todas as dúvidas sobre os tratamentos urológicos possíveis e recomendados.

 

A Clínica ANDROS realiza cirurgias urológicas através do método de cirurgia robótica e laparoscopia, sempre prezando pela preservação da integridade física do paciente. Aceitamos convênios médicos e fazemos atendimentos particulares.

Entre em contato com a Clínica Urológica ANDROS e agende sua consulta online!