blog-post-image

Cirurgia Dos Testículos

Existem diversas indicações para uma cirurgia dos testículos. Entre elas, as mais comuns são a para varicocele, hidrocele, cirurgia orquidopexia para ajudar na descida dos testículos e a cirurgia dos testículos para remoção de câncer. Conheça um pouco mais sobre cada uma delas.

Cirurgia dos Testículos: Varicocele

 

A Varicocele é caracterizada por um emaranhado de veias que ficam na parte de trás dos testículos. Essas veias acumulam sangue que deveria circular normalmente até a região dos rins, impedindo que essa circulação aconteça normalmente e fazendo com que o testículo fique mais pesado e aumente a temperatura.

 

Pode acometer homens de qualquer idade, porém seu surgimento é mais frequente na fase pré-puberdade, ou seja, quando o homem tem entre 10 a 12 anos. Caso o paciente opte por não tratar a varicocele, o testículo poderá aumentar de tamanho e ficar deformado.

 

Geralmente, o paciente não sente dor, e o efeito mais comum é sentir um incômodo devido ao inchaço.

 

A cirurgia é indicada em dois casos: quando o paciente está na fase fértil e pretende ter filhos e quando o paciente ainda é jovem e ainda está passando pela fase de desenvolvimento dos testículos.

 

Na fase fértil, o acúmulo de sangue aumenta a temperatura dos testículos, fazendo com que a qualidade dos espermatozóides diminui. Já na fase de pré-puberdade, o paciente deverá ser submetido à cirurgia, pois a varicocele pode impedir o desenvolvimento normal do testículo, fazendo com que ele fique entre 10 a 20% menor do que o outro.

 

A cirurgia para varicocele é realizada a partir de uma incisão na região do abdome, interrompendo o fluxo sanguíneo nas veias e fazendo com que o sangue crie caminhos alternativos para drenar sem ter que subir até os rins.

 

Para os homens que pensam em ter filhos, a melhora da qualidade dos espermatozóides acontece depois de 3 a 4 meses após a cirurgia. Logo após a cirurgia, o paciente poderá voltar às suas atividades em no máximo dez dias. As atividades sexuais poderão acontecer em qualquer momento, desde que o paciente sinta-se confortável para tal ato.

Cirurgia dos Testículos: Hidrocele

 

A Hidrocele é uma doença que causa o acúmulo de líquido de forma anormal dentro do escroto. É mais comum em bebês ou em homens com mais de 45 anos de idade. Nos fetos, o trajeto percorrido pelos testículos até o saco escrotal tende a fechar com o tempo. Quando isso não ocorre, uma maior quantidade de líquido irá se formar ao redor dos testículos.

 

Nos adultos, a hidrocele testicular pode acontecer por causa de um desequilíbrio entre a formação e absorção do líquido. A hidrocele acontece junto com outras doenças como processos inflamatórios e lesões testiculares.

 

A detecção da doença é feita através de exame clínico, realizado por um médico urologista. Ele poderá solicitar exames complementares como de sangue e de urina.

 

A hidrocele em bebês normalmente desaparece em 12 meses. Em casos mais graves, onde nota-se a deformação dos testículos, é necessária a cirurgia. Já nos adultos, caso a hidrocele não desapareça em 6 meses, é necessário fazer a cirurgia. Também é indicada para pacientes onde a hidrocele é muito grave, causando dores e desfiguração do testículo.

 

A cirurgia é feita com anestesia geral e a recuperação é rápida. O procedimento consiste na remoção do líquido em excesso através de sucção por uma agulha.

Cirurgia dos Testículos: Orquidopexia

 

Essa cirurgia é realizada em bebês para auxiliar a descida do testículo até a bolsa escrotal. Acontece normalmente quando o paciente tem um ano, que é o período quando o testículo deveria estar posicionado no saco escrotal.

 

A cirurgia consiste na remoção de qualquer obstáculo que esteja impedindo a descida do testículo. O método mais comum para a orquidopexia é a laparoscopia com anestesia geral. Um tubo é inserido para localizar o testículo e ajudá-lo a descer para o saco escrotal. É uma cirurgia simples e o paciente não precisará ficar internado.

Cirurgia dos Testículos: Câncer nos Testículos

 

Existem diversos tipos de cirurgia para câncer nos testículos. O método utilizado dependerá do estágio e da gravidade do tumor. O médico poderá optar pela remoção total dos testículos ou pela remoção apenas do tumor pelo método da laparoscopia ou pela dissecção dos linfonodos.

Cirurgia para Câncer nos Testículos: Remoção dos testículos

 

A cirurgia de remoção dos testículos é o método mais utilizado para quem está com câncer na região. Essa cirurgia garante a remoção completa dos tumores e é feita através de uma incisão na virilha.

 

Muitos pacientes optam por fazer uma cirurgia estética que consiste na inserção de uma prótese dos testículos, deixando a região com a aparência natural.

 

De qualquer forma, o paciente que for submetido a este tipo de cirurgia dos testículos deve saber que a remoção de um ou de ambos os testículos não influencia nas relações sexuais. Dessa forma, o paciente poderá manter uma vida sexual ativa. A única diferença é para os pacientes que tiverem os dois testículos removidos. Estes se tornaram estéreis, pois não conseguirão mais produzir espermatozóides.

 

O paciente que for submetido a este tipo de cirurgia deverá tomar suplementos hormonais de testosterona, uma vez que é nos testículos que acontece a produção desse hormônio.

Cirurgia para Câncer nos Testículos: Remoção dos gânglios linfáticos

 

Indicado para casos onde o câncer ainda não está em estágio avançado. O procedimento é realizado com a remoção dos gânglios linfáticos, não necessitando remover nenhum dos testículos. É uma cirurgia longa e muito complexa.

Cirurgia para Câncer nos Testículos: Cirurgia laparoscópica

 

Em alguns casos específicos, a remoção dos gânglios poderá ser feita por incisões laparoscópicas feitas no abdome do paciente.

Conheça a Clínica Urológica ANDROS

 

A Clínica ANDROS possui médicos urologistas especialistas em cirurgia dos testículos para homens de todas as idades. Formados nos melhores centros médicos do Brasil e dos Estados Unidos, encontre na Clínica ANDROS o tratamento humanizado que você merece!

Nossa clínica urológica aceita convênio médico e também faz atendimentos particulares. Estamos localizados em uma excelente região de Brasília, com fácil acesso. Entre em contato conosco e agende sua consulta!