Blog

Incontinência urinária afeta homens e mulheres

Nas mulheres é mais comum durante a gravidez ou bexigas hiperativas

O significado é a dificuldade de controlar o fluxo urinário, ou seja, é a perda involuntária da urina pela uretra. Mulheres em período de gestação e aquelas com mais de 50 anos estão mais suscetíveis a esses episódios (cerca de 40% das mulheres após a menopausa perdem urina de forma involuntária). O fato é explicado pois a mulher apresenta, além da uretra, duas falhas naturais no assoalho pélvico: o hiato vaginal e o hiato retal. Isso faz com que as estruturas musculares que dão sustentação aos órgãos pélvicos e produzem a contração da uretra para evitar a perda urinária e o músculo que forma um pequeno anel em volta uretra sejam mais frágeis nas mulheres.

O médico urologista Dr. Rodrigo Carvalho, explica que a incontinência urinária nos homens, ocorre em torno de 25% com idade acima dos 50 anos são atingidos pela HPB, proporção que aumenta conforme a idade, chegando a até 90% dos homens acima de 80 anos. “O diagnóstico é feito através do histórico do paciente e a realização do exame urodinâmico, que é pouco invasivo e registra a ocorrência de contrações vesicais e a perda urinária mediante esforço”, detalha.

Entre os tratamentos disponíveis para a incontinência urinária por esforço está os procedimentos cirúrgicos, podendo ter exercícios que ajudam a reforçar a musculatura do assoalho pélvico. A cirurgia de Sling (tratamento minimamente invasivo, onde introduz uma fita de polipropileno ou de tecido do próprio corpo da paciente abaixo da uretra, por via vaginal, com o objetivo de aumentar a resistência uretral e reduzir a perda de urina) é uma das formas de tratar.

Para causas de urgência, o tratamento é farmacológico e fisioterápico. O uso de medicamentos e substâncias anticolinérgicas para evitar a contração vesical. “Praticar exercícios fisioterápicos com o objetivo de fortalecer o assoalho pélvico são medidas uteis para o controle do paciente”, completou o Dr. Rodrigo.

Tipos de incontinência urinária:

Incontinência urinária de esforço: O sintoma inicial é a perda de urina quando a pessoa tosse, ri, faz exercício, movimenta-se;

Incontinência urinaria de urgência. Mais grave do que a de esforço, caracteriza-se pela vontade súbita de urinar que ocorre em meio as atividades diárias e a pessoa perde urina antes de chegar ao banheiro;

Incontinência mista: Associa os dois tipos de incontinência e o sintoma mais importante é a impossibilidade de controlar a perda de urina pela uretra.

Corpo Clínico
Dr. Rodrigo Carvalho

Fonte:
https://jornaldoplanalto.com.br/web/incontinencia-urinaria-afeta-homens-e-mulheres/

Mantenha-se informado

Mais posts

Incontinência urinária em idosos

A incontinência urinária consiste na dificuldade de controlar a urina, podendo se manifestar em qualquer idade. É um problema muito frequente em idosos, afetando cerca