blog-post-image

Incontinência urinária em idosos

Postado 07/02/2020 por Andros

A incontinência urinária consiste na dificuldade de controlar a urina, podendo se manifestar em qualquer idade. É um problema muito frequente em idosos, afetando cerca de 50% das pessoas acima dos 80 anos. Esta condição deixa de ser um problema apenas urinário e passa a ser um grande embaraço na vida do indivíduo. Isso porque, por medo, vergonha e por acreditar que é um problema normal do avanço da idade, o idoso evita o convívio social, se isolando, podendo desencadear até depressão. As causas na maioria das vezes são as mudanças naturais da idade. Entretanto, medicamentos e determinadas doenças podem contribuir para a incontinência urinária em idosos. Algumas das causas são: - Enfraquecimento dos músculos pélvicos, no caso das mulheres; - Aumento da próstata nos homens; - Enfraquecimento dos músculos da bexiga; - Menor capacidade da bexiga, aumentando a frequência do xixi. Os tipos de incontinência urinária Alguns dos tipos de incontinência urinária em idosos são: - Incontinência urinária de esforço: é quando a urina escapa durante atividades que pressionam a bexiga, como por exemplo, tossir, espirrar, rir, etc. - Incontinência urinária de urgência: conhecida como bexiga hiperativa, provoca uma vontade súbita de urinar a ponto de não dar tempo de chegar até o banheiro. Também pode estar associada a um distúrbio neurológico ou a diabetes. - Incontinência urinária funcional: atinge pessoas com limitações físicas ou mentais, condições que as impeçam de chegar a tempo no banheiro. - Incontinência urinária mista: pessoas com mais de um tipo de incontinência. Tratamento para idosos com incontinência urinária O melhor tratamento para incontinência urinária deverá ser discutido com um médico urologista que avaliará o caso. Embora em alguns medicamentos resolvam o problema, algumas simples mudanças podem ajudar, como por exemplo: - Programe os horários de idas ao banheiro: assim o idoso poderá adotar a estratégia de urinar em intervalos regulares, de acordo com o melhor momento para ele, como a cada uma hora, por exemplo. Aos poucos, ele poderá ajustar os horários, prolongando com o tempo as idas ao banheiro. - Restrições na dieta: reduzindo os alimentos diuréticos, como chás, café, álcool, frutas cítricas e alimentos picantes que estimulam a bexiga a produzirem líquidos. - Exercícios para músculos pélvicos: esses exercícios têm como objetivo fortalecer os músculos que usamos para segurar o xixi, fazendo com que o idoso com incontinência urinária tenha mais controle da bexiga. Em casos de sintomas incomuns no trato urinário, procure um urologista. Nós da Clínica Andros somos referência no atendimento urológico em Brasília. Agende agora mesmo uma consulta e mantenha a sua saúde em dia. Temos uma equipe altamente capacitada para melhor atendê-lo.